Aumentado a velocidade dos seus downloads

Essa dica vai pra quem usa o sistema operacional da Microsoft, o Windows, a partir da versão Windows XP SP2. Esses sistemas têm um limite de 10 tentativas de conexão simultâneas em sua pilha de protocolos TCP/IP. Tentativas além desse limite são colocadas em uma fila e forçadas a esperar.

Segundo o próprio site dessa dica, a Microsoft implantou este limite com o intuito de tentar diminuir a disseminação de vírus pela Internet, uma vez que uma das característica desses programas é tentar abrir várias conexões ao mesmo tempo, seja para baixar outros vírus, para enviar cópias de si mesmos para outros sistemas, para varrer a rede buscando por vulnerabilidades ou, como acontece na maioria da vezes, para formar um “exército” de máquias escravas (ou máquinas zumbis: todas as máquinas infectadas) e atacar todas juntas um mesmo servidor, o que configuraria o chamado ataque DDoS (Distributed Denial of Service).

Na prática pra gente, o que acontece é que programas P2P (peer-to-peer, como µTorrent, BitComet, eMule, etc) que utilizam muitas conexões demoram para estabelecer todas elas, pois têm que fazer isso de 10 em 10 (ou melhor dizendo, no máximo 10 ao mesmo tempo). E, quando o fazem, ocupam toda a fila de tentativas de conexão e deixam outras atividades (como navegar na Internet) muito lentas.

Mas vale lembrar que esse limite é só para as tentativas de conexão. Ou seja, o programa só pode tentar se conectar a 10 hosts ao mesmo tempo. É por isso que esse limite é chamado de “half-open“. Já para as conexões já estabelecidas (open), não há limites, sendo que o programa pode ter quantas dessas conexões ele precisar, o problema é que não poderá abri-las todas ao mesmo tempo.

Então, já sabemos do que se trata… e daí? Como resolver isso? Aumentando esse limite para um valor mais aceitável. Para isso, vamos usar a ferramenta Half-open limit fix (patch) for Windows.

Usando o Half-open limit fix

Usando o Half-open limit fix

Para isso, basta baixar a ferramenta no site e executá-la. Não é necessário instalar.

Já na primeira tela, você tem várias opções de linguagens. A tradução pro português está bem ruim, como vocês podem ver na imagem.

No botão “Checar” vocês podem olhar qual é o limite atual no seu sistema (no meu caso, estava 50 pois eu já havia modificado).

Aí, basta colocar o novo limite (o site do programa recomenda 100) e clicar no botão “Adicionar ao tcpip.sys“. Fazendo isso, ele vai modificar o driver tcpip.sys, alterando o limite.

Lembrando que para que as modificações entrem em vigor, é necessário reiniciar o sistema.

Configurando o µTorrent (miTorrent, uTorrent)

Configurando half-open no uTorrent

Configurando half-open no uTorrent

Agora, não é só por poder tentar conectar-se a 100 hosts ao mesmo tempo que a gente vai deixar os programas P2P todos soltinhos, certo? Isso faria, como discutido acima, com que as tentativas de conexões de outras aplicações (como o navegador) ficassem na fila de espera.

Aqui vai como brinde uma dica de como configurar o µTorrent. Basta ir em “Preferências”, depois em “Avançado”. Encontre o item “net.max_halfopen” e altere para um valor razoável.

No meu caso, o limite de half-open do sistema está em 100, e configurei o µTorrent para usar no máximo 40.

Espero que a dica seja útil. E, como é de praxe no final de artigos desse tipo: eu não me responsabilizo por quaisquer danos causados pelo uso dessas dicas ou programas. Use-os ao seu próprio risco.

Até a próxima.

Sobre maverick